Tecnologia

TIM remove chamadas ilimitadas via WhatsApp de todos os planos

TIM altera regulamentos e deixa dúvidas sobre uso ilimitado de WhatsApp e redes sociais; TIM Beta não terá reajuste por enquanto

TIM remove chamadas ilimitadas via WhatsApp de todos os planosFoto divulgação
Espalhe por ai:

TIM anunciou mudanças nos regulamentos e passará a cobrar pelos dados trafegados em chamadas de voz e vídeo do WhatsApp. A medida afeta clientes dos planos pré-pago TIM Pré Top e TIM Beta, TIM Controle e o pós-pago TIM Black, e passa a valer a partir de 31 de julho de 2020. As alterações no documento também trazem dúvidas sobre o acesso gratuito às redes sociais Facebook, Twitter, Instagram e Telegram.

A operadora comunicou sua base de clientes com o seguinte SMS: “a partir de 31/07, a condição promocional de uso dos aplicativos de mensagens do seu plano terá alterações. Saiba mais no regulamento”, com o link informando as regras vigentes do serviço.

O regulamento diz: “a partir do dia 31/07/2020 a funcionalidade de chamadas de voz (VoIP) e vídeo para o WhatsApp irá implicar em desconto do pacote de internet”. As funcionalidades de mensagens (incluindo áudio, vídeo, textos e fotos) continuam não consumindo a franquia principal. Sendo assim, quem efetuar ligações de voz ou vídeo utilizando o aplicativo terá os dados descontados do pacote contratado.

TIM Beta não aumentará o preço (por enquanto).

O regulamento atualizado do TIM Beta também trouxe aumento para o pacote mensal, que passa para R$ 60,00. A mudança de preço era prevista desde fevereiro, quando foi anunciada aos clientes. No entanto, a operadora recuou e continuou cobrando R$ 55,00 pelo serviço.

No entanto, a TIM informou ao Tecnoblog que o TIM Beta Mensal não terá reajustes, ao menos por enquanto, e que os clientes serão informados quando houver alteração nos preços.

Outras redes sociais continuam

Regulamentos de serviços de telecomunicações já são confusos, mas a TIM conseguiu colocar uma camada extra de dificuldade: o documento diz que os dados do WhatsApp (exceto ligações) continuam sem descontar da franquia até 10 de agosto de 2020 em caráter promocional, e que após o período a utilização passa a consumir do pacote do cliente.

O mesmo texto aparece para redes sociais nos planos TIM Controle e TIM Black. O documento aponta o mesmo caráter promocional para Facebook, Instagram, Twitter e Telegram, com cobrança dos dados a partir de agosto:

Tecnoblog entrou em contato com a TIM, e a empresa informou que as mudanças só ocorrem nas chamadas do Facebook Messenger e no WhatsApp. A operadora garantiu que não irá remover o acesso ilimitado para as demais redes sociais:

A empresa informa que começou a comunicar seus clientes de diferentes segmentos, seguindo o prazo regulamentar sobre mudanças no uso dos aplicativos de mensagem inclusos promocionalmente nas ofertas, conforme descrito no regulamento das mesmas.

A partir de 31 de julho, as chamada de voz e vídeo realizadas por meio do WhatsApp e Messenger passarão a ter seu tráfego de dados descontado dos pacotes de internet de cada plano.

O envio de mensagens de texto, fotos, vídeos e áudios nesses, e nos demais aplicativos, segue ilimitado e os planos oferecem ainda ligações ilimitadas locais e DDD (com uso do código 41) para números de qualquer operadora do Brasil.

Fonte: Tecnoblog

Redação/Ascom

Comentários via Facebook