Quando é que o ‘poste’ do finado Eduardo Campos vai governar de forma igual para todos os pernambucanos?

Artigo...
Quando é que o ‘poste’ do finado Eduardo Campos vai governar de forma igual para todos os pernambucanos?
Governador Paulo Câmara / Foto: Reprodução
Compartilhe em sua rede social:

Por Roberto Gonçalves

Com 13 mil habitantes a menos que Araripina, Salgueiro já recebeu cerca de mil doses da vacina contra covid-19 a mais do que a maior cidade do Araripe

Com uma população de 62 mil habitantes (segundo o Censo de 2020), 2.608 salgueirenses já foram imunizados contra a Covid-19, com doses das vacinas do Instituto Butantan e de Oxford. Já Araripina, segunda maior cidade do Sertão, com 85 mil habitantes (segundo o Censo de 2020), só vacinou até agora 1.628 pessoas. Essa diferença se dá, devido ao número de imunizantes enviados a cada município pela Secretaria de Saúde de Pernambuco. É marcação ou politicagem?

O que fica a entender, é que os prefeitos alinhados ao governador Paulo Câmara, estão recebendo uma maior atenção no combate à pandemia. Um bom exemplo para ilustrar o que escrevemos acima, é o do prefeito de Salgueiro, Marcondes Sá, do PSB. Ele é do mesmo partido do gestor estadual, enquanto que o prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), que sempre fez oposição ao ‘poste’ indicado por Eduardo Campos, não recebe a mesma atenção. O pior é que quem paga o ‘pato’ com essa politicagem mesquinha é a população.

Outro exemplo de ‘marcação’ que podemos citar contra a população dos municípios administrados pelos opositores de Paulo Câmara, ocorreu no final de agosto do ano passado, quando o ‘ditador’ de Pernambuco liberou bares, restaurantes e academias de Ipubi e Trindade (prefeitos aliados) e manteve fechados em Araripina e Ouricuri (prefeitos de oposição). ‘Onde você aprendeu essa ciência governador?’, perguntou um empresário araripinense na época.

E não vamos nem citar aqui, o desmantelo nas estradas da região, o serviço ‘seboso’ oferecido pela Compesa, e nem os altos impostos cobrados pelo estado.

Como sempre escreve o jornalista Magno Martins, perguntar não ofende: quando é que o ‘poste’ de Eduardo Campos vai governar de forma igual para todos os pernambucanos?

Categorias
DestaqueEditorial
Editorial

Artigos e colunas do blog e de outros outores

Comentários via Facebook