DestaquesPolícia

Polícia apreende 651 quilos de skunk, droga conhecida como ‘supermaconha’, e prende quatro pessoas

Ao todo, 651 quilos de skunk foram apreendidos pela Polícia Civil de Pernambuco durante operação no Recife e em Carpina — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Espalhe por ai:

Segundo a corporação, cada quilo da droga seria comercializado por R$ 15 mil. Carga total está avaliada em cerca de R$ 9,7 milhões.

Uma operação da Polícia Civil de Pernambuco resultou na apreensão de 651 quilos de skunk. Conhecida como “supermaconha”, a droga tem maior concentração de substância entorpecente. Normalmente, ela é produzida em laboratório. Na ação, quatro pessoas foram presas

Segundo a corporação, cada quilo da droga seria comercializado por R$ 15 mil. Assim, a carga total está avaliada em cerca de R$ 9,7 milhões, de acordo com a polícia.

“Essa foi a maior apreensão de skunk da história da Polícia Civil de Pernambuco”, disse a gestora de controle operacional da Polícia, Morgana Alves.

As investigações foram realizadas pelo Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). A apreensão ocorreu na sexta-feira (17), mas as informações foram divulgadas nesta segunda (20).

De acordo com a Polícia Civil, a investigação começou após a denúncia de tráfico de entorpecentes no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Depois de diligências, a polícia identificou quatro pessoas em três veículos.

No momento em que a droga era descarregada de uma caminhonete, na sexta-feira (17), os suspeitos foram presos em flagrante. Na ocasião, os policiais apreenderam 20 tabletes da droga e os três veículos usados pelo grupo.

“A droga estava acomodada dentro de uma caixa de isopor”, disse o delegado Newson Mota, responsável pela investigação.

Aos policiais, dois dos presos alegaram que a droga havia sido transportada de Manaus (AM). Os homens também disseram ter sido contratados por uma pessoa em Carpina, para transportar o entorpecente até a capital pernambucana. Ao seguir até a Zona da Mata, os policiais apreenderam um caminhão do tipo carreta, com 631 tabletes da droga.

Segundo a polícia, duas pessoas estão foragidas. “Realizamos algumas diligências em Carpina para encontrarmos o motorista do caminhão e o proprietário das drogas, mas eles se evadiram”, disse Mota.

Outra apreensão

Também na sexta (17), policiais federais apreenderam 30kg de maconha durante uma fiscalização de rotina no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, na Zona Sul. Uma mulher de 22 anos, que carregava tabletes da droga em malas, foi presa.

Durante o raio-X das malas, policiais identificaram dois tabletes de substância orgânica encobertos por roupas. A mulher estava em um voo que havia partido do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), com destino a João Pessoa, fazendo conexão no Aeroporto do Recife.

 G1 PE

Redação/Ascom

Comentários via Facebook