Gestor escolar esclarece sobre descarte de livros inutilizáveis no Distrito de Livramento

Compartilhe em sua rede social: O professor José Filho da Silva Neto (Alan), gestor da Escola Municipal José Bernardino Filho no Distrito de Livramento procurou a redação para esclarecer...
Gestor de Escola do Distrito de Livramento esclarece descarte de livros inutilizáveis
Compartilhe em sua rede social:

O professor José Filho da Silva Neto (Alan), gestor da Escola Municipal José Bernardino Filho no Distrito de Livramento procurou a redação para esclarecer a cerca de alguns livros descartados pelo estabelecimento de ensino.

Conforme imagens abaixo, os livros descartados estavam sem utilidade, já que foram atacados por cupins e traças. Outros, embora não rasurados pelos insetos, segundo o Gestor.

O que diz o Gestor escolar:

“No dia 26 de março a minha equipe foi surpreendida por um grupo de vereadores que alegaram estarem fiscalizando o andamento das atividades da Escola José Bernardino Filho. A gente prontamente recebeu os mesmos como fiscalizadores e informamos o curso do ano letivo. Mas infelizmente o que foi veiculado na mídia, não corresponde ao que aconteceu. Disseram que fui questionado quanto ao descarte dos livros e que não obtiveram resposta. Ao contrário, a gente fez uma intensa limpeza na Escola, com a ajuda Netão de Laudelino e realmente separamos vários livros inutilizáveis da biblioteca. Alguns por estarem vencidos, outros por desgaste ocasionado por cupins e traças. De fato, os livros deteriorados foram descartados e outros embora vencidos, foram realocados a biblioteca da Escola.

Não houve nenhum tipo de dano à Educação e o que foi citado referente a mim não corresponde ao que declarei aos vereadores. Desafio a quem fez a postagem, que divulgue a gravação para que a verdade seja vista”, explicou Alan.

Livros descartados para incinerar

Da redação, Charles Araújo

Categorias
DestaqueEditorialEducação
Editorial

Artigos e colunas do blog e de outros outores

Comentários via Facebook

POSTS RELACIONADOS