Garantia-Safra: Apenas 2 municípios do Sertão do Araripe serão beneficiados

É importante destacar que a situação dos agricultores do Sertão do Araripe é preocupante ...
É importante destacar que a situação dos agricultores do Sertão do Araripe é preocupante. A estiagem prolongada causou grandes perdas na safra e muitos agricultores estão em situação de dificuldade. É necessário que o governo federal e estadual tomem medidas para garantir o acesso a políticas públicas que auxiliem na recuperação da agricultura familiar na região.

Enquanto 632 municípios de nove estados receberão o benefício do Garantia-Safra na safra 2022/2023, conforme determinação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Governo Federal, apenas Ipubi e Moreilândia no Sertão do Araripe pernambucano foram contemplados.

O Garantia-Safra, programa do governo federal que garante condições mínimas de sobrevivência para agricultores familiares em caso de perda de safra por estiagem ou excesso hídrico, irá beneficiar 632 municípios de nove estados na safra 2022/2023. O pagamento do benefício, no valor de R$ 1.200, será realizado em parcela única a partir de março.

Municípios que não receberão o benefício

Agricultores familiares de 632 municípios de nove estados que aderiram ao Garantia-Safra na safra 2022/2023 receberão, a partir deste mês. Os municípios pertencem aos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. A Bahia tem 224 municípios com agricultores autorizados a receber o Garantia-Safra e é o estado com mais cidades na lista. Em seguida aparecem Minas Gerais (102), Ceará (77), Rio Grande do Norte (60), Paraíba (51), Piauí (48), Pernambuco (36), Sergipe (20) e Alagoas (14).

Detalhes do benefício

  • Valor: R$ 1.200
  • Pagamento: parcela única
  • Data de pagamento: a partir de março de 2024
  • Base legal: Portaria Nº 127, publicada no Diário Oficial da União em 15 de março de 2024

É importante destacar que a situação dos agricultores do Sertão do Araripe é preocupante. A estiagem prolongada causou grandes perdas na safra e muitos agricultores estão em situação de dificuldade. É necessário que o governo federal e estadual tomem medidas para garantir o acesso a políticas públicas que auxiliem na recuperação da agricultura familiar na região.

POR CHARLES ARAÚJO

Categorias
AraripinaBodocóDestaqueOuricuriParnamirimRuralSanta CruzSanta FIlomenaTrindade

Acadêmico de Jornalismo, comunicador, blogueiro, assessor de Imprensa, trabalha com marketing digital, digital influencer, publicidade, fotografia e divulgações.
Sem Comentários

Publicar comentário

*

*

Pesquisa
Charles Araujo Editor

POSTS RELACIONADOS