DestaquesEconomia

Presidente da Caixa: 2º lote dos R$ 600 será pago de maneira mais eficiente

Presidente da Caixa: 2º lote dos R$ 600 será pago de maneira mais eficiente... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/05/06/pedro-guimaraes-presidente-caixa-coletiva-6-maio.htm?cmpid=copiaecolaFoto divulgação
CHARLES ARAUJO | BLOG TV
Espalhe por ai:

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, prometeu hoje (6), em coletiva de imprensa, que o pagamento do segundo lote dos R$ 600 de auxílio emergencial para a pandemia do coronavírus será “mais eficiente”. “O segundo lote será feito de maneira muito mais eficiente, porque já temos a base das pessoas que receberão [os pagamentos]. Uma parte relevante do que a gente estava pagando eram pessoas que a gente ia montando dentro da base de dados. E, para não esperar um mês para começar a pagar, fomos pagando as pessoas sendo analisadas”, afirmou.

Pedro Guimarães ainda disse que há a possibilidade de que o pagamento da próxima parcela — que ainda não tem datas oficiais — seja feito de maneira diferente, justamente para que a demanda muito grande não seja um obstáculo para a população.

“Na segunda parcela, poderemos pagar de maneira diferente. Estamos discutindo com o Ministério da Cidadania, mas uma maneira onde já temos a base de dados. E a grande maioria das pessoas terá essa organização com datas espaçadas, ou seja, não faremos a forma de pagar janeiro e fevereiro em um dia ou maio e junta em outro dia. Porque pagar 20 milhões de pessoas que tenham um conhecimento muito baixo da questão de tecnologia acabava gerando demanda muito grande”, acrescentou o presidente.

A Caixa vem sendo alvo de críticas nas últimas semanas após muitos beneficiários relatarem problemas para conseguir se cadastrar ou movimentar os valores. Na semana passada, com o início do calendário de saque em dinheiro direto da poupança digital, filas e aglomerações em agências da Caixa Econômica Federal foram registradas em diversas partes do país.

Para quem não recebe Bolsa Família ou está não está no Cadastro Único, o auxílio só pode ser pedido por meio do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, ou site. No caso de quem optou receber por meio da poupança digital, a movimentação dos valores também depende do uso de um aplicativo, o Caixa Tem.

A Caixa informou hoje mais cedo sobre uma “redução considerável das filas nas agências em todo o país”. Em muitos casos, disse o banco, unidades que antes tinham aglomeração de pessoas em busca do saque do auxílio emergencial tiveram suas filas zeradas antes da abertura das portas, às 8h.

O banco reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 14h, serão atendidas, garante a Caixa. Mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente do dia.

Entre as medidas para reduzir filas, a Caixa informa que fez parcerias com prefeituras de cerca de 500 cidades, que contribuíram para a sinalização e organização das filas e instalação de impressoras para facilitar a triagem fora da agência.

Na nota, a Caixa diz ainda que está reforçando o atendimento nas agências com mais 3 mil funcionários, além de alocar 4.800 vigilantes e quase 900 recepcionistas para organizar as filas e orientar o público.

Cinco caminhões-agência itinerantes também estão atendendo em locais com maior necessidade, conforme cronograma: Alfredo Chaves, no Espírito Santo, até o próximo dia 8; Nova Xavantina, em Mato Grosso, de amanhã (7) até o dia 16; São Felix do Xingu, no Pará, de amanhã até o dia 15; Buriticupu, no Maranhão, de 12 a 15 deste mês; e Viseu, no Pará, de 14 a 29.

Fonte: Uol Economia

Espalhe por ai:

Facebook Comments

CHARLES ARAUJO | BLOG TV
Redação/Ascom

Deixe uma resposta