Tecnologia

Por que o novo Microsoft Edge é melhor que o Chrome?

A Microsoft foi piada no mercado de navegadores por muitos anos, mas conseguiu revidar

Por que o novo Microsoft Edge é melhor que o Chrome?Fonte: Tecmundo
CHARLES ARAUJO | BLOG TV
Espalhe por ai:

O navegador web é, sem sombra de dúvidas, o aplicativo mais importante de um PC e o mais utilizado. Você pode até não gostar do browser padrão do seu SO predileto, mas ele vai servir ao menos para baixar a opção que costuma usar e seguir com o download dos outros softwares dos quais precisa.

Microsoft Edge é o navegador padrão do Windows 10, lançado com o sistema em 29 de julho de 2015, e até o início de 2020 usava o motor de renderização EdgeHTML. Em 6 de dezembro de 2018, a Microsoft anunciou que tinha planos de passar a utilizar o motor Blink, baseado no Chromium, o projeto de software de código aberto que serve de base de desenvolvimento para o Chrome, o navegador da Google.

Em agosto de 2019, a Microsoft lançou a primeira versão Beta do Edge baseado no Chromium, e em 15 de janeiro de 2020 divulgou a versão final do novo Edge.

Em março de 2016, o Edge passou a suportar extensões, mas o recurso não chegou a empolgar, já que o número de possibilidades era extremamente baixo. Em setembro de 2017, durante uma apresentação em que a Microsoft demonstrava alguns recursos da sua plataforma em nuvem, o navegador travou ao vivo, forçando o apresentador a baixar e instalar o Chrome para poder prosseguir.

O novo Edge, baseado no Chromium, ressurge com a proposta de conquistar o terreno que já foi ocupado pelo lendário (e terrível) Internet Explorer, o ex-rei da internet.

Os recursos do novo Edge

O Edge foi reconstruído para aproveitar o que há de melhor no motor Blink, além de oferecer diferenciais que o tornam, definitivamente, um navegador de altíssimo nível. Embora eu não considere uma característica essencial, a página inicial do browser otimiza a navegação, apresentando layouts personalizáveis com os sites mais visitados, além de integração com o Office 365 ou um sistema de notícias.

Isso não modifica drasticamente a experiência ao navegar, mas, para quem gosta de personalização (meu caso), essa funcionalidade é importante, porque é como se o navegador tivesse a “minha cara”. Eu também consigo configurar facilmente o sistema de privacidade do Edge, podendo escolher entre três níveis básicos, além de ter acesso a configurações extras, mais avançadas. O Defender SmartScreen funciona como uma barreira contra ataques phishing e download de malwares, e isso passa tranquilidade ao navegar.

Com as Coleções, é possível salvar uma página, imagem ou parte do texto para acessar depois, sem ter que manter várias abas abertas consumindo RAM. Pode-se criar uma Coleção para cada assunto de interesse e com um nome distinto, como:

  • Mouses — Com modelos de mouses que estou interessado em comprar;
  • Receitas — Com receitas que me foram sugeridas;
  • Passeios — Com os próximos bares que pretendo visitar.

Por ser baseado no Chromium, o novo Edge suporta todas as extensões do Chrome, além de ter desempenho bastante semelhante. Ele também aceita conteúdo da Netflix em 4K e os padrões Dolby Audio e Dolby Vision.

Há ainda um modo de leitura avançada, que desativa elementos desnecessários em uma página, favorecendo a leitura, e o recurso de sincronização, que utiliza a conta da Microsoft para salvar favoritos e configurações e permite ter o navegador pronto para uso assim que terminar uma instalação limpa do Windows 10.

Vantagens do Edge

Atualmente, há muitos bons navegadores no mercado, incluindo outros baseados no Chromium e que por isso se assemelham ao Edge. No entanto, somente o navegador da Microsoft pode reunir todos estes recursos em apenas um aplicativo:

  • baseado em um projeto de código livre constantemente atualizado;
  • usa o mesmo motor do navegador mais popular;
  • compatível com as extensões do Chrome;
  • recursos exclusivos da plataforma fechada da Microsoft (segurança aprimorada, integração com o Office 365, sincronização integrada ao sistema, já vem instalado por padrão, tem versões para Windows 10, 8, 8.1, 7, macOS, iOS e Android, sincronização entre plataformas, tema claro e escuro integrado ao tema do Windows 10);
  • página inicial com visual moderno e configurável;
  • barra de navegação para usar a pesquisa do Google;
  • coleções;
  • modo de leitura avançada configurável, com leitura em voz alta, realce de linha e preferências gramaticais.

Nem tudo é perfeito…

Apesar de ser cheio de recursos, ainda falta ao Edge um sistema de vídeo em janelas destacáveis (pop-up), uma ferramenta avançada de captura de tela e um plugin nativo para download de áudios e vídeos. Seria bom, também, se desse para usar a pesquisa do Google na página inicial.

Eu espero que a Microsoft introduza essas ferramentas no browser assim que possível.

Opinião

O novo Edge utiliza o mesmo motor de renderização do Chrome, o que torna o funcionamento dos dois navegadores bem semelhante. Mesmo assim, recursos como Coleções, modo de leitura avançada, tema escuro integrado ao Windows 10 e sincronização com a conta da Microsoft me fizeram considerar o Edge superior ao seu principal concorrente.

Era um sonho antigo poder finalizar uma formatação do Windows 10 e começar logo em seguida a usar meu navegador predileto, com meus links favoritos, logins, senhas e configurações. E só o Edge pode proporcionar isso, já que é perfeitamente integrado ao OS.

Se você quiser dar uma chance ao novo Edge, faça o download e comece a testar.

Espalhe por ai:

Facebook Comments

CHARLES ARAUJO | BLOG TV
Redação/Ascom

Deixe uma resposta