Blogs e ColunasEducação

Santa Filomena: Qualidade na educação sem reajuste dos professores?

Santa Filomena: Qualidade na educação sem reajuste dos professores?
Espalhe por ai:

O prefeito e secretária de educação de Santa Filomena-PE afirmam em programas de rádios que a cidade é top 10 em educação, baseado no resultado do IDEPE, que destacou o município ente os 10 melhores crescimentos dos anos finais do ensino fundamental. Mas infelizmente ao contrário do que falam, não valorizam a peça-chave do sucesso na educação, o professor! Diferente de outros municípios da região como Santa Cruz que pagou desde o mês passado, a gestão Cleomatson não concedeu ainda o reajuste do piso salarial dos professores, conforme o novo piso nacional estabelecido pelo Governo Federal, de 12,84%.

As atividades do legislativo voltaram ao normal desde o início deste mês de fevereiro, mas o projeto não chegou à Câmara. Foram realizadas sessões extraordinária para dá posse a vereador, onde o prefeito fez seu famoso discurso político que mais parece comício, falando mal de gestões anteriores; e a primeira ordinária do ano 2020 (dia 6), que não teve pauta e nada de importante foi discutido.

Enquanto isso, professores com sindicato da classe evidentemente omisso à gestão, ficam à espera do merecido aumento de salário.

Reajuste de 2020

Os 12,84%, um dos percentuais mais altos dos últimos anos, foi alcançado após, em 23 de dezembro de 2019, o Diário Oficial da União publicar a Portaria Interministerial 3/2019, assinada pelos ministros Abraham Weintraub, Educação, e Paulo Guedes, Economia, que alterava para mais o custo aluno deste ano, que subiu de R$ 3.238,52 para R$ 3.440,29. Por conta dessa alteração, o reajuste que antes estava previsto para ser 6,22%, subiu para os 12,84%. E o valor mínimo do piso passou de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,15.

Algumas ações na educação pela gestão anterior

Santa Filomena tem perdido muito na educação, apesar do exaustivo marketing. Esta redação é testemunha de grandes conquistas na educação durante a gestão passada, que atualmente é criticada por não ter pintado as escolas. Mas é importante salientar que foram realizadas muitas ações como o PPP (Projeto Político Pedagógico) em todas as escolas, Fórum Municipal de Educação, Documento Plano Municipal de Educação, adquirido mobiliário junto ao MEC, mobilhando todas as escolas com conjuntos escolares (mesas e cadeiras novas), todas de acordo com a faixa etária das crianças e jovens atendidos, entrega de 10 lousas digitais, iniciada reforma de todas as escolas rurais,  oito escolas rurais equipadas com geladeiras e ventiladores novos,  formação de merendeiras, Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e outros Programas, tais como Se Liga, Acelera e Alfabetizar com Sucesso, Programa Atleta na Escola, e resultado disso foi um campeão estadual em corrida ano 2015. Foram construídas duas quadras cobertas FNDE e uma quadra no Distrito do Livramento RECURSOS PRÓPRIOS; adesão ao Programa Mais Educação, implantação de uma equipe de multiprofissionais para atendimento educacional especializado.

Trabalho de Cleomatson na educação

Esta redação acompanhou a equipe de transição em 2016 e realizou registros de imagens das entregas e tombamentos; portanto somos testemunha que o ex-prefeito Pedro Gildevan e sua secretária de educação Noélia Almeida entregaram todas as escolas bem equipadas. Bem como temos acompanhado o trabalho do atual prefeito e podemos afirmar que a única coisa que Creomatson fez em mais de três anos, foi passar uma mão de cal e tinta verde nas escolas.

Por Charles Araújo
Espalhe por ai:

Facebook Comments

BLOGS & COLUNAS

Deixe uma resposta