Educação

Colégio obriga aluno sem uniforme a usar camiseta escrito ’empréstimo’

Jovem é obrigado a usar uniforme com a palavra 'empréstimo' nas costasFonte/Foto: Pragmatismo
Espalhe por ai:

Jovem é obrigado a usar uniforme com a palavra ’empréstimo’ nas costas. A mãe do aluno, que é beneficiária do Bolsa Família, considera que a prática da direção é humilhante e estimula bullying. “A diretora disse que a intenção era essa mesmo, fazer a criança passar vergonha”

Na última semana, uma escola estadual de Americana, em São Paulo, obrigou um aluno que não possui uniforme a utilizar uma camiseta da própria instituição de ensino com a palavra “empréstimo” escrita nas costas. A foto viralizou nas redes sociais.

A mãe do estudante afirmou que a família ainda não tem o dinheiro suficiente para comprar a camiseta e avisou à direção que, assim que o dinheiro do Bolsa Família caísse, o uniforme seria comprado . O caso aconteceu na Escola Estadual Germano Benencase Maestro, em Jardim Alvorada.

“Crueldade, porque isso mexe com o psicológico da criança. Além de eu mandar um recado no caderno dele dizendo que eu ia comprara o uniforme no dia 20 com o Bolsa Família que eu recebo, né. E eu achei ridícula a atitude da diretora”, afirma a mãe do garoto, Priscila de Lourdes Mobilom. “Meu menino não sabe o que falar, está até com medo de ir na escola”, acrescenta o pai, Henrique Pereira de Oliveira.

Após a repercussão, a dirigência regional de ensino se pronunciou e disse não concordar com a atitude, informando que vai apurar a situação. A mãe do menino contou que a medida foi adotada pela escola após alguns estudantes irem ao colégio com celulares caros, mas sem o uniforme da instituição.

“A diretora me ligou e eu fui conversar com ela sobre o assunto e ela disse que a intenção era essa, era pra fazer a criança passar vergonha mesmo porque eles vêm com o celular de última geração pra escola e não tem R$ 30 para comprar uma camiseta. Mas acontece que há casos e casos. Ela não conhece a situação de cada família”, ressalta a mãe.

Haroldo Ramos Teixeira, dirigente regional de ensino de Americana, disse que a palavra não poderia estar na camiseta e que a atitude da direção da escola pode gerar punição administrativa.

“Como é que essa camiseta chegou lá escrito ’empréstimo’? Quem escreveu ’empréstimo?’ Então, precisa averiguar e ter a apuração para realmente saber para não cometer nenhuma injustiça. Mas que isso não vai ficar esquecido, não vai, porque nós vamos apurar todos os fatos. Nós repudiamos esse tipo de atitude com qualquer criança”.

Espalhe por ai:

Facebook Comments

Redação/Ascom

Deixe uma resposta