Blogs e ColunasDestaques

Usado ou seminovo: qual a diferença?

CHARLES ARAUJO | BlogTV

É muito comum encontrar pessoas que tem dificuldade em entender a diferença entre um carro usado e seminovo. Todo carro que é comprado zero quilômetro, emplacado e roda pelas ruas passa a ser um carro usado. Desde este momento o carro passa a sofrer a desvalorização, e para fins comerciais, foi criada a nomenclatura entre o usado e o novo, conhecida como seminovo.

Mas existem alguns padrões que são utilizados para esta nomenclatura. Um carro seminovo tem até dois anos de uso, tem que ser de único dono, a lataria tem que estar ótima, e a parte mecânica em perfeitas condições. Outro fator importante é a quilometragem do veículo que deve ser de até 20 mil quilômetros rodados por ano de uso.

Esta nomenclatura intermediária entre os carros usados e seminovos foi criada para melhor a competitividade nas vendas e diminuir a desvalorização dos veículos novos, com pouco tempo de uso. Os clientes que querem comprar carros usados se sentem mais confortáveis com essa categoria porque são bons veículos, com preços mais justos e qualidade de novos.

Carros usados são uma boa opção de compra

Os carros usados são uma boa opção para os clientes que buscam bons veículos com valores mais atrativos. Um carro usado pode ter um ano de uso, mais de cinquenta mil quilômetros, com todas as manutenções em dia, e estar à venda por um valor mais em conta do que os carros seminovos.

Com o valor cada vez mais alto dos carros novos, um veículo usado é sempre vantagem para o cliente que quer perder menos com a desvalorização e ter mais conforto de motorização e opcionais. Com o mesmo valor de um carro popular básico zero quilômetro em uma concessionária, existem no mercado diversos modelos mais antigos com mais conforto e motores mais potentes.

Claro que toda compra de um carro exige paciência e muita procura. Verificar as condições do veículo em relação a parte mecânica e de lateria é tão importante quanto checar a documentação. Um carro que possua restrições de circulação pode sair mais caro que um veículo novo somente para regularizar a situação.

Outra dica importante ao comprar carros usados é verificar se o carro foi batido ou danificado. Checar o nivelamento de portas e capô, além da pintura e da lataria, são questões importantes para não levar para casa um carro que tenha sido recuperado. Na parte mecânica, na comprar de qualquer carro usado, é importante verificar vibrações no volante e motor, que podem caracterizar problemas e futuros prejuízos.

Por que investir em um carro seminovo?

Um carro seminovo é sempre uma boa opção de compra para quem busca veículos com mais conforto e motorização mais forte. Com automóveis de baixa quilometragem e em perfeitas condições de funcionamento, o cliente pode ter mais opções de marca e modelos que lhe agradam no momento de decidir qual carro comprar.

Comprar carros seminovos sempre traz mais vantagens aos clientes, já que um ou dois anos de uso fazem com que o valor do veículo cai substancialmente, mas não a qualidade do produto. As perdas com a desvalorização do carro ficam menores com o passar dos anos, então o investimento não sofre tantas perdas na hora da revenda.

De modo geral, os carros seminovos ainda estão na garantia da montadora e ainda contam com mais uma garantia oferecida pela loja de três meses, tornando a compra mais segura para o novo dono. E claro, a possibilidade de investir em um veículo com mais opcionais é sempre um atrativo para quem busca o mercado de seminovos.

O carro usado não é um carro velho

O carro usado é aquele veículo que já possui alguns anos de uso, uma quilometragem mais alta, passou por revisões e trocas de peças que se desgastam com o passar dos anos. Um carro velho é aquele automóvel que não tem manutenção nem cuidado, que as peças estão desgastadas e não são trocadas, que tem a lataria batida e corroída com o passar dos anos.

Um carro velho não tem valor para o mercado. Reparar este tipo de veículo seria tão caro para o comprador, que vale mais a pena investir um pouco mais de dinheiro e partir para um carro usado com condições de uso. Não é difícil encontrar pelas lojas carros que não foram devidamente cuidados, e que se tornam velhas máquinas sem uso.

Ao comprar carros usados é muito importante verificar o veículo para não ser engano com maquiagens na pintura e até mesmo, na parte mecânica. Um carro usado em bom estado é um bom negócio, caso contrário, é apenas um investimento que pode sair muito caro. O segredo é não fugir das marcas de confiança, que tenham um bom relacionamento com o cliente, que a manutenção seja fácil e a reposição de peças seja boa.

Quanto mais velho o carro, fica mais difícil de achar peças para o veículo. Fugir dos modelos e marcas tradicionais do mercado como Volkswagen, Fiat, Ford e Chevrolet, pode ser a promessa de ficar com um carro de modelo muito antigo parado na garagem por falta de peças para manutenção.

Cuidados na hora de comprar carros usados e seminovos

A decisão da compra de um veículo é um passo muito importante. Para concretizar este sonho, seja optando por um carro usado ou seminovo, é fundamental verificar itens básicos para o bom funcionamento do automóvel. Conhecer as informações de uso do proprietário anterior, é uma boa forma de descobrir como está o desgaste do carro.

Nem sempre os carros com baixa quilometragem podem ser considerados bons seminovos. Descobrir o motivo do carro não estar rodando é fundamental para não ser enganado e comprar um problema. Ter calma e paciência durante a procura do carro é uma forma de não ser enganado por vendedores espertalhões.

É importante ter sempre a certeza que os carros que estão com peças originais sempre têm valor agregado mais alto do que os carros que possuem alterações. Seja nas características ou na troca de peças precoce, tudo pode desvalorizar o carro usado na hora da venda. Ao comprar é importante levar isso em consideração para não perder o dinheiro investido achando que fez um bom negócio porque o carro estava diferente dos demais no mercado.

CA BlogTV
o autorCA BlogTV

Deixe uma resposta