Entretenimento

Por que as pessoas traem em um relacionamento? Veja o que as pessoas que já traíram têm a dizer

CHARLES ARAUJO | BlogTV

Vamos ser sinceros desde o início: por mais bem intencionado que alguém seja, por mais que faça juras e votos de fidelidade no casamento, TODOS têm propensão a traição, não precisa nem ser a traição no ato sexual, a traição não ocorre somente no ato em si, podemos apenas pensar em trair ou ficar atraídos por outra pessoa que isso já conta como traição.

Seria muito bonito se os casamentos fossem como um filme de romance água com açúcar onde os casais se conhecem, se apaixonam e vivem felizes para sempre, pode até ser que haja o “felizes para sempre”, mas ninguém conta o que realmente acontece no meio disso, pode haver traições e várias outras coisas ruins que ninguém conta pra gente.

A traição é a forma mais temida entre os casais, o motivo inclusive de muitas separações, isso porque para muitos a traição é visto como falta de amor.

Mas será que trair é falta de amor mesmo?

Foi através desta pergunta que o site de relacionamentos Meu Rubi fez uma pesquisa com os seus usuários que são infiéis e descobriu que nem sempre a traição está ligada com a falta de amor no casamento.

Alguns usuários contaram para o Meu Rubi que quando eles tiveram um caso fora do casamento, voltaram para o seus parceiros muito mais felizes, o que tornou o casamento muito mais ativo e próspero.

Uma das usuárias do site Ana* é a prova disso. “Sou casada a 3 anos e no meio disso tive um caso com um dos meus colegas de trabalho. Não porque não amo meu marido, muito pelo contrário, eu o amo ainda mais depois disso, mas o casamento se tornou monótono com o dia a dia e ele viajava bastante, quase não nos víamos durante a semana, então eu passei a observar esse meu colega com mais atenção e acabei ficando atraída fisicamente, acabou rolando e foi depois disso que passei a valorizar ainda mais o meu casamento e o meu marido”, contou Ana ao site.

Amor e traição 

Muitas vezes o amor não tem a ver com traição, isso é uma afirmação de quem já passou pela mesma situação e não foi uma experiência muito agradável.

“Muitas pessoas para quem eu contei me julgaram muito, traí meu ex com um colega em comum, a maioria disse que era pra eu contar a verdade e terminar, pois se trai é porque acabou o amor, mas eu não acreditava nisso, eu o amava mesmo depois de tê-lo traído, foi uma situação muito mais carnal do que sentimental”, contou Maria* ao site.

Maria contou ao ex o que fez e a reação não foi como Maria havia esperado. “Achava que ele iria entender, já que o mesmo me traiu no começo da relação e eu o perdoei, ele não soube me perdoar e acabamos ali mesmo, por mim teríamos continuado, mas ele preferiu assim.”

Os entrevistados contam que a vida a dois passa longe de ser um conto de fadas. Depois de muito tempo juntos o casamento passa por muitas situações ruins e falta de relação sexual é uma delas, o que leva muitas pessoas a trair.

Muitos dos usuários entrevistados ainda afirmam que foram procurar ajuda antes da sua busca por outra pessoa, terapias de casal, conversas sobre a falta de sexo com o parceiros, mas alegam que não adiantou, então por isso procuram por um caso extraconjugal.

Ninguém começa uma relação pensando em trair, isso é fato, mas é importante refletir sobre essa questão, já que hoje em dia é muito comum em muitos relacionamentos que estão vivos até hoje.

A pesquisa revela que mais de 50% dos inscritos no site estão em um relacionamento, mas buscam por um caso fora dele.

Rio de Janeiro é o estado com mais inscritos casados no site, em segundo lugar vem São Paulo com 30% dos usuários. Em Brasília, capital do país, a porcentagem aparece com 25,5%. Isso revela que as pessoas não foram feitas para relacionamentos monogâmicos, e que isso é um tabu para muitas pessoas, já que 90% fazem escondidos.

Comparado com o mundo todo, o Brasil é um dos que mais tem casos extraconjugais, e as mulheres são mais propensas a trair do que os homens, já que são 1,90 mulheres inscritas casadas, para 1 homem casado. Algumas entrevistadas alegam que estão buscando mais pela satisfação sexual, que muitas vezes não é encontrada no seu relacionamento.

Isso porque hoje em dia as mulheres estão mais decididas e buscam assumir o controle delas mesmas, inclusive na parte sexual.

Ana, a primeira entrevistada fala que hoje em dia é a coisa mais normal do mundo, e que se as pessoas não fossem tão hipócritas e preocupadas com o que os outros vão pensar perdoariam uma traição e seguiriam em frente com o seus parceiros. Se tem amor e carinho, vale a pena. Palavras da entrevistada.

Mesmo que tenha inúmeros fatos que comprovem que a traição pode não estar ligada com o amor, que pode ser algo carnal envolvendo a terceira pessoa, não significa que o parceiro que foi traído tem que perdoar e pronto, não é bem assim que funciona, por mais que a modernidade está aí, muitos ainda acreditam que quando se ama, quando se faz um voto de fidelidade ele tem que ser cumprido e levado a sério, se você se sente atraído por outras pessoa é muito mais fácil e muito mais bonito você alegar isso ao seu parceiro e terminar o relacionamento, do que trair a confiança de alguém, porque acreditem, isso poderá mudar completamente o traído.

*Não colocamos os nomes verdadeiros por motivos de privacidade.

CA BlogTV
o autorCA BlogTV

Deixe uma resposta