Esportes

Um em cada três beneficiários do Bolsa Atleta já subiu ao pódio nos Jogos Pan Americanos

Das 115 medalhas conquistadas pelo Brasil até o fim da noite dessa quinta-feira, 95 têm a participação de bolsistas do programa da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. São 28 ouros, 24 pratas e 43 bronzes.

Renan Torres (Brasil), da categoria -60kg, durante a competição de judô nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Data: 08.08.2019. Crédito obrigatório: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br
CHARLES ARAUJO | BlogTV

Um dos destaques é o judoca Renan Torres de 20 anos, medalhista de ouro. Renan é um dos 20 atletas da delegação brasileira que voltou a fazer parte do programa, a partir da recomposição feita em abril deste ano pelo governo federal, que incrementou R$70 milhões ao orçamento e incluiu mais de 3 mil atletas no programa.

Até agora, dos 333 bolsistas do Time Brasil no Pan, 122 subiram ao pódio. O investimento federal anual nesse grupo de atletas premiados é de 5 milhões e meio de reais. Para o ministro da Cidadania, Osmar Terra, o resultado visto no Pan é uma prova de que o investimento traz bons resultados para o País.

O Bolsa Atleta é o maior programa de patrocínio individual e direto a atletas do mundo. O investimento do Ministério da Cidadania soma 84 milhões e meio de reais no ano. Atualmente, estão contemplados 6 mil 199 esportistas com bons resultados em competições nacionais e internacionais.

Reportagem, Renata Garcia.

Ouça a entrevista 

CA BlogTV
o autorCA BlogTV

Deixe uma resposta