Notícias

TRE trás informações importantes para Santa Filomena em audiência pública da biometria

Fotos e texto: Charles Araujo

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco começou a rodada de audiência pública da biometria em Santa Filomena na manhã de hoje (01/08), trazendo informações importantes relacionadas ao recadastramento do eleitorado.

Com presença dos desembargadores, presidente Agenor Ferreira Filho, do vice Itamar Ferreira Silva e equipe do TRE-PE; do prefeito Cleomatson Coelho de Vasconcelos, do presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Edclécio Freitas, do deputado estadual Antonio Fernando, da vice-prefeita Alcilene Rodrigues, dos vereadores Erim de Cícero Henrique, Wallace Mororó, Ailton Souza, Marcionílio de Poço Comprido, Valdir Teixeira, do Padre Eulices e de diversos servidores do município, a audiência pública deu vez aos ocupantes da mesa que abordaram os seguintes assuntos:

Prefeito Cleomatson deu boas-vindas a todos;

Presidente Agenor Ferreira disseminou várias informações importantes aos representantes do poder público local. “Santa Filomena é uma das melhores na região no recadastramento biométrico, mas precisa continuar na concorrência do bem para alcançar mais de 100% dos eleitores. Essa é uma responsabilidade de todos”, disse..
Falou ainda que atualmente o IBGE contabiliza a população dos municípios baseado em estimativa do número de eleitores cadastrados pela biometria.
“É bom que cresça o número de eleitores porque a cidade fica com mais prestígio”, destacou.
“Todos têm que juntar nessa luta, para que o município cresça. Se reduzir os eleitores, pode reduzir os vereadores. Se aumentar vai aumentar o número de vereadores.
Eleitor que não se recadastrar poderá perder o bolsa família, a aposentadoria e outros benefícios”
, concluiu;

Vice-presidente Itamar Ferreira revelou os dados atuais da biometria: Santa Filomena tem 12.449 eleitores; o percentual de cadastrados é 51%.
Recomendou o empenho das autoridades e eleitores, para reforçar o cadastramento de todos os atuais e novos eleitores do município, alertando sobre as consequências do cancelamento do título.
“Se o número de eleitores cai, o município deixa de receber recursos para obras importantes.
A partir de 14 de Fevereiro de 2020 o título que não tiver cadastrado será cancelado.

Consequências de forma coletiva: “prejuízo nas receitas do município“; consequências individuais: “eleitor não poderá participar de concurso público, mesmo que tenha passado não poderá assumir; não receberá salário provento de aposentadoria se exerceu cargo ou função pública; não fará financiamento em bancos públicos como a Caixa; agricultor poderá ficar privado do bolsa família, carteira identidade e outros documentos“, disse.

“Se os representantes não se mobilizarem, o município poderá ter uma diminuição do número de eleitores”, alertou.

o Presidente reiterou que retirou a obrigatoriedade do comprovante de residência, para cadastro de quem comparece ao cartório do município onde vota. Quem vai tirar um novo título precisa comprovar que mora no município.

É possível fazer com o cadastramento com declaração de residência.

Quem não está morando no município onde vota, poderá cadastrar em outro, apresentando comprovante de residência.

Deputado estadual Antônio Fernando, sugeriu algumas correções pelo Tribunal no sentido de alcançar maior número de votantes no período eleitoral.

Presidente Edclecio convocou a população e informou que a Câmara disponibilizará agendamento durante o expediente: segunda a sexta das 08h às 13h;

A Assessoria destacou que o TRE de PE em 2018 o cumpriu melhor número de metas, tornando-se portante o melhor do país.

Vários estudantes participaram na platéia e tiveram a atenção do presidente Dr. Agenor Ferreira, que destacou a importância dos adolescentes como voluntários no agendamento da biometria.

A o espaço foi facultado a perguntas do público por escrito, onde foram esclarecidas várias questões, que serão publicadas em outra matéria.

Veja os vídeos

Charles Araujo

Deixe uma resposta