Santa Filomena-PE é o lugar onde os novos jovens migram anualmente para outras cidades, porque o Município não oferta qualquer oportunidade de ensino superior ou muito menos vagas de trabalho e respectivamente renda e independência financeira.

A Cidade com 23 anos de emancipada, não dispõe de ensino superior (faculdade/universidade), central de cursos técnicos, bem como também não tem ofertas de trabalho e renda, o que também é uma consequência da falta de capacitação profissional. Diferente de outros municípios como Dormentes, que oferta ensino superior embora fora da cidade, mas dispõe transporte escolar universitário, que leva alunos à Petrolina todos os dias.

O lugar onde 83% da população reside na zona rural, ainda não houve iniciativa pelo poder público local, para fortalecer as atividades dos agricultores, causando o tão conhecido fator, êxodo rural, por falta de êxito nos resultados da agricultura familiar; especialmente aos jovens que alcançam o ensino médio com grande esforço das famílias, mas não conseguem se manter no campo ou na Cidade, já que a Prefeitura e poucos estabelecimentos comerciais são as únicas opções de trabalho; além da fracassada agricultura ou a caprinovinocultura.

As “políticas públicas” locais não fomentam qualquer incentivo ao trabalho, a renda ou muito menos ao lazer dos jovens, a não ser em períodos pré-eleitorais, que os políticos favorecem algumas oportunidades de diversão, com bebidas alcoólicas e algumas para ’embelezar’ os jovens à lhes acompanhar na jogada virtuosa que resulta em frutuosos mandatos de cargos eletivos e tals… Depois disso, muitos jovens vão embora, em busca de meios de sobrevivência; outros se entregam a falta de perspectiva de vida, dedicando-se integralmente ao uso diário de álcool, onde um número assustador de jovens ‘desanimados’, por  não receber as promessas de emprego na Prefeitura, lamentavelmente tornam-se alcoólatras, que mais moram nos bares, nas ruas, do que em suas casas, ou praticando atividades lucrativas.

A população urbana de Santa Filomena é de aproximadamente 2.420 pessoas, incluindo a sede e 4 distritos. A população rural é de aproximadamente 11.840 pessoas. O tal de habitantes é estimado em 14.265, segundo estimativa do IBGE, baseado na progressão de cálculo do Senso 2010.

Do que Santa Filomena precisa para manter os jovens no Município?

  • Envolvimento da juventude na política, organizada como categoria de habitantes e sucessivamente inclusão dos jovens nas discussões das prioridades da população e consequentemente concessões de direitos, pelo poder público local;
  • Faculdade/universidade, cursos técnicos gratuitos/parceria com instituições e programas como Sebrae, Pronatec e outros;
  • Capacitação profissional dos talentos locais e consequentemente priorizar as oportunidades de empregos públicos através de estágios aos jovens do Município;
  • Atrair indústria e comércio através de incentivos fiscais e fortalecimento produtivo, priorizando o potencial local que são a agricultura e pecuária familiar: através de assistência técnica no cultivo de legumes, frutas e verduras; assistência veterinária na criação de caprinos, ovinos, suínos e bovinos; o incentivo à industrialização e comercialização do gesso e da farinha de mandioca;
  • Construção espaços de lazer, para atrair a interação entre os jovens de Santa Filomena e de outras cidades da região, em praças com ambiente saudável ao entretenimento, academias da saúde, casa da juventude, pátio de eventos, fortalecimento das tradições locais;
  • Ampliação da diversidade cultural, através de festas e eventos que valorizam a história, a cultura e o folclore local;
  • Pavimentação asfáltica das ruas do centro da Cidade e povoados;
  • Melhor acesso rodoviário, através da pavimentação da PE 630 (que liga os municípios de Petrolina, Afrânio, Dormentes, Santa Filomena, Ouricuri e Trindade).
Sobre as carências do Município, trata-se de uma opinião de Charles Araújo. Não foi realizado nenhum estudo ou pesquisa para conclusão da mesma. Porém o autor do artigo, conhece todas as carências do município, por conviver com a população nos últimos 6 anos.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

CNM divulga ranking dos parlamentares mais atuantes em PE

A Confederação Nacional dos Municípios – CNM, disponibilizou no seu site, no link Observat…