Home Notícias Pernambuco Senador Fernando Bezerra filia-se ao PMDB: “estou pronto para os desafios”

Senador Fernando Bezerra filia-se ao PMDB: “estou pronto para os desafios”

4 primeira leitura
0
0

Brasília, 06/09/17 – Em uma solenidade bastante prestigiada por autoridades do governo e parlamentares de diferentes legendas, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), nesta quarta-feira (6), em Brasília, com o intuito de contribuir com a sigla na retomada do crescimento e do desenvolvimento do país e do estado de Pernambuco. Ao lado de lideranças nacionais do partido, Fernando Bezerra destacou que retorna “a um PMDB unido, coeso e focado nas necessidades e nos interesses do Brasil”.

“Apresento-me como um militante e estou pronto para os desafios”, afirmou o vice-líder do governo no Senado, dirigindo-se ao presidente nacional da legenda, senador Romero Jucá (PMDB-RR), e ao presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Também participaram das boas-vindas a Fernando Bezerra no PMDB, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; e os ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco; de Minas e Energia, Fernando Filho; e das Cidades, Bruno Araújo, além do prefeito de Petrolina (cidade-natal de Bezerra Coelho), Miguel Coelho. Entre os parlamentares, compareceram à cerimônia de filiação, os colegas Armando Monteiro (PTB-PE), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Elmano Férrer (PMDB-PI), Edison Lobão (PMDB-MA), Marta Suplicy (PMDB-SP), Waldemir Moka (PMDB-MS), Hélio José (PMDB-DF) e Valdir Raupp (PMDB-RO), vice-líder do partido no Senado, que representou o líder do PMDB na Casa, Raimundo Lira (PMDB-PB), ausente na cerimônia por motivos de saúde. Deputados de diversas correntes políticas também prestigiaram a solenidade de filiação.

MILITÂNCIA – Ao destacar os 11 anos de militância dele no PMDB (de 1986 a 1997), Fernando Bezerra Coelho ressaltou que o partido foi o que mais trabalhou por inclusão social em toda a história brasileira; principalmente, durante a Constituinte de 1988, quando atuou nas reformas e questões sociais que o país necessitava à época. “Agora, me incorporo a esta luta do governo federal, liderada pelo presidente Michel Temer, de fazer as transformações que o Brasil precisa para a recuperação da confiança da sociedade e, sobretudo, para a retomada da atividade produtiva, dos empregos e do desenvolvimento econômico”, afirmou.

Há 43 anos no PMDB, Eunício Oliveira elogiou a postura “sempre correta e leal” de Fernando Bezerra. E disse que o pernambucano volta a um partido cada vez mais plural, aberto e democrático. “Fernando será sempre independente, no PMDB, para fazer as alianças que forem necessárias e que convenham ao povo brasileiro e ao povo de Pernambuco”, destacou o presidente do Senado. Romero Jucá afirmou que Fernando Bezerra Coelho fortalecerá o partido para as eleições de 2018 e 2022, quando, segundo Jucá, a sigla terá candidato próprio à Presidência da República.

PERNAMBUCO – Ao citar a presença de lideranças como Armando Monteiro (PTB-PE) e Bruno Araújo (PSDB-PE) na cerimônia de filiação, o senador Fernando Bezerra observou que o retorno dele ao PMDB tem também o objetivo de edificar um frente político-partidária em processo de construção em Pernambuco. “Com a participação de todos que quiserem contribuir para o melhor ao nosso estado”, disse. “Por meio do diálogo franco, aberto e transparente com todas as forças políticas pernambucanas que quiserem ajudar o PMDB a ampliar a representação da legenda em governos estaduais, na Câmara dos Deputados e no Senado”, completou o senador. Fernando Bezerra Coelho desfiliou-se do Partido Socialista Brasileiro, nesta terça-feira (5), após 12 anos no PSB. (Ascom)

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Pernambuco

Deixe um comentário

Veja Também

Guilherme Coelho deixa a Câmara dos Deputados

A saída do deputado federal tucano Bruno Araújo do Governo Temer mexeu também com a arruma…