Home Notícias Sertão Antonio Fernando instala a frente parlamentar do Canal do Sertão e vai levar o projeto a Brasília

Antonio Fernando instala a frente parlamentar do Canal do Sertão e vai levar o projeto a Brasília

2 primeira leitura
3

A “Frente Parlamentar em Defesa do Canal do Sertão e Recursos Hídricos para Pernambuco”, que terá como coordenador o deputado Antonio Fernando (PSC), foi instalada nessa segunda-feira (25/03), na Assembleia Legislativa do Estado. A frente já surge com o propósito de unificar os esforços dos parlamentares estaduais e federais de Pernambuco na luta para sensibilizar o Governo Federal da importância de tirar o Canal do Sertão do papel.
“Trata-se de um dos maiores projetos de desenvolvimento de Pernambuco, com potencial para geração de 350 mil empregos na agricultura irrigada, e o Governo Federal precisa ter a dimensão da sua importância”, ressaltou Antonio Fernando durante a instalação da Frente Parlamentar. Na condição de coordenador da bancada de Pernambuco na Câmara Federal, o deputado Augusto Coutinho (SD), que participou do evento, se comprometeu a articular ações em Brasília: “Nos próximos dias, vamos agendar uma reunião de Antonio Fernando, e outros integrantes da Frente, com o ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, para que a União tenha noção da importância do Canal do Sertão”.

De acordo com o deputado Antonio Fernando, o primeiro passo é a viabilização do projeto executivo do Canal do Sertão. “Com o projeto executivo em mãos, será possível dimensionar todo o empreendimento e criar perspectivas reais para o início das obras”, ressalta o deputado. Para ele, “o mais importante neste momento é a tomada de uma decisão política para que o canal se torne realidade”.

Além de Augusto Coutinho, as deputadas estaduais Ducicleide Amorim (PT) e Roberta Arraes (PP) também participaram da instalação da Frente Parlamentar. Elas conheceram detalhes do projeto do Canal do Sertão e se coloram à disposição para atuar em parceria com Antonio Fernando na viabilização da obra hídrica que pode beneficiar não só o Araripe, como também o São Francisco e parte do Sertão Central, num total de 17 municípios. O Canal do sertão vai trazer a água da barragem de Sobradinho, na Bahia, para garantir a agricultura irrigada em Afrânio, Dormentes, Parnamirim, Ouricuri, Trindade, Santa Cruz, Araripina, Santa Filomena, Ipubi, Bodocó, Exu, Granito, Moreilândia, Cedro e Serrita, passando também por Petrolina.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Outro demônio da alma: o ódio

Roque de Brito AlvesMembro da Academia Pernambucana de Letras 1 – Ao lado dos outros demôn…