O ex-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, repetiu o que seu irmão, o senador Cid Gomes, disse em um evento no Ceará durante o segundo turno das eleições, e chamou um militante de “babaca”, nesta quinta-feira (7), durante a Bienal da UNE, em Salvador.

“O jovem no bar é obrigado a defender corrupção, aparelhamento do Estado, formação de quadrilha. Isso não é para vocês. Vocês não têm nada a ver com isso”, disse. Logo em seguida alguém da plateia gritou: “corrupto”. “Não sou, não. Eu estou solto. Eu sou limpo. Eu sou limpo. Lula está preso, babaca”, bradou. Parte da plateia vaiou e pediu: Fora Ciro”.

“Ele aceitou os recursos. Desculpa, não sou eu que condenei o Lula. Não está na minha mão liberar Lula. Eu avisei se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo. Avisei na campanha. Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotados que fomos… Companheiros, nós fomos humilhantemente derrotados por essa estratégia. Insistir nela afunda o Brasil”, discursou.

Fonte e imagem: bahianoticias.com.br

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Aneel autoriza reajuste médio de 5,04% para tarifas de energia em Pernambuco

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (23) um reajuste …