Home Multimídia Artigos OURICURI E ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SEU DESENVOLVIMENTO EM 2019

OURICURI E ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SEU DESENVOLVIMENTO EM 2019

8 primeira leitura
2

ARTIGO

O Sertão do Araripe tem sido uma das regiões mais sacrificadas pelos Governos Estaduais e Federais em tempos de crise. Isso talvez seja efeito da falta de representatividade política da região. É que, com a limitação de recursos, os deputados estaduais e federais naturalmente atraem os poucos recursos para suas cidades bases.

Contudo, a mudança não deve partir apenas da representação política, mas de toda a população e também das instituições privadas (comércio, indústria, bancos etc.) que têm sua parcela de responsabilidade (social e ambiental) sobre o avanço regional.

Começando pelos bancos, um dos principais atores de desenvolvimento de uma região, seja na área de fomento, seja na simples prestação de serviços bancários, é preciso que se tenha maturidade para questionar algumas posturas que trazem transtornos à população e provocam atraso ao Araripe.

A começar pelos bancos públicos visivelmente sem empregados, onde um simples atendimento pode durar horas. Situação constrangedora nesse fim de ano ocorreu na Caixa Econômica de Ouricuri, onde apenas 20 senhas diárias foram distribuídas a população para consulta/saques do PIS. Referido setor da agência aparentemente possui apenas um funcionário e este ao sair para almoçar, suspende o atendimento até o seu retorno.

Para se ter uma ideia o quanto os Bancos atrasam a região vejamos alguns exemplos. Em 2018 tivemos 252 dias úteis que multiplicados por 20 senhas para o atendimento do PIS na Caixa em Ouricuri, daria cerca de 5.000 atendimentos para o setor. De acordo com o Ministério do Trabalho, entre os Municípios de Ouricuri, Trindade, Bodocó, Santa Cruz e Santa Filomena existem cerca de 4.600 empregados, o que significa que a capacidade de atendimento da instituição do Governo Federal em Ouricuri atende, com dificuldade, apenas os empregados.

Outra situação precária e que prejudica os comércios de Santa Cruz e Santa Filomena (economicamente ligados a Ouricuri) é que os servidores públicos daqueles Municípios, que recebem suas remunerações no Banco do Brasil, muitas vezes se deslocam para Municípios vizinhos para um simples saque bancário, o que direciona os poucos recursos para outras cidades.

Um setor importante para o desenvolvimento local e que também deveria ser repensado pelos empresários é o setor de revenda de combustíveis, que em razão dos elevados preços acabam por aumentar os custos da produção local e, em consequência, diminui o poder de concorrência do comércio de Ouricuri com outros de igual porte no Estado.

Ouricuri tem o preço da gasolina mais estranho da região e a única justificativa plausível para tanto, seria o preço do frete. Mas analisando os preços das cidades e regiões vizinhas não se compreende como se compõe o preço da gasolina em Ouricuri. Após consulta ao site da Agência Nacional de Petróleo fizemos algumas comparações e trouxemos para o leitor.

O preço da gasolina no Centro de Ouricuri, em 28/12 /2018, chega a R$ 4,89, uma diferença de R$ 0,30 por litro em relação à Salgueiro (R$ 4,58) e de R$ 0,63 por litro em relação à Serra Talhada (R$ 4,26), distantes respectivamente 110 e 210 km de Ouricuri. Se imaginarmos que um caminhão tanque sai da distribuidora em Recife com 10 mil litros de gasolina, poderíamos dizer que o frete de Salgueiro para Ouricuri chegaria a R$ 3.000 e de Serra talhada para Ouricuri a R$ 6.300.

Mas a justificativa do frete, por si só, não é explicada quando se verifica que no Município de Araripina, distante mais de 60 km da distribuidora em relação a Ouricuri ou o Povoado de Lagoas, Município de Dormentes, distante mais de 80 Km, vendem a gasolina (hoje) a R$ 4,65 e R$ 4,49, respectivamente.

Merece reflexão também alguns setores do comércio local. O comércio de Ouricuri historicamente tem um ponto negativo no que se refere aos preços em comparação as demais cidades da Região. Apesar de ser um polo comercial, apresenta variação de preços em muitos setores que podem ser considerados verdadeiros entraves ao desenvolvimento regional.

Pode citar como exemplo o setor de autopeças onde um simples pneu pode variar em quase 80% se comparando com as cidades de Petrolina, Juazeiro do Norte ou até mesmo Trindade, distante apenas 24 km. É comum os consumidores fazer compras de peças de veículos em Trindade e até mesmo no Distrito de Nascente (Araripina/PE).

Uma situação que foi evidenciada nesse mês de dezembro que deveria ser positivo para o aumento das vendas, acabou por demonstrar uma situação vexatória para o ramo. Trata-se do sorteio de um carro pela CDL, a qual cerca de 10 dias antes do sorteio algumas lojas já não tinham mais cupons para distribuir entre os clientes, o que deveria ser um incentivo as vendas, acabou por gerar desconfiança nos consumidores. Não pela credibilidade da CDL, mas pelo comportamento de alguns lojistas e empresários que justificam apenas que os cupons “acabaram” muito antes do Natal.

Para finalizar, o Portal faz um apelo às lideranças da região que estão em vias de perder um polo da Zona Franca do Semiárido para o Município de Salgueiro. Trata-se de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) cujo objetivo é criar uma área de desenvolvimento industrial abrangendo 93 municípios do sertão nordestino e do norte de Minas Gerais por meio de incentivos fiscais.

Dentre esses diversos Municípios foram selecionados alguns polos regionais e mais uma vez o Araripe fica de fora. Por meio de emenda do deputado federal Gonzaga Patriota à Proposta, o Município de Salgueiro foi o selecionado para ser um dos polos de desenvolvimento. Entendemos que por se tratar de um projeto que busca combater as desigualdades regionais, o foco deveria ser as regiões menos favorecidas para buscar a igualdade. No entanto, mais uma vez o Sertão do Araripe perde para outra região.

Fica o apelo ao povo do Araripe para passar a questionar e não apenas suportar tudo calado, porque como diz o ditado, “quem não chora não mama”. Poderíamos aqui ainda falar das operadoras de telefone, fornecedores de internet, mas em outras oportunidades divulgaremos canais de atendimento à população para reclamação.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Artigos

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Lista de agricultores com boletos gerados Garantia Safra 2018/2019 Dormentes-PE

A Comissão do Garantia-Safra 2018/2019 formada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento …