Home Destaques TCE rejeita contas: Câmara de Petrolina tem débito no valor de R$ 491.334,80

TCE rejeita contas: Câmara de Petrolina tem débito no valor de R$ 491.334,80

3 primeira leitura
0

Diárias para os vereadores ultrapassaram mais de 160 mil Reais

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) de PERNAMBUCO , considerou irregulares as contas da Câmara municipal de PETROLINA em 2010, sob a gestão do vereador Osório Siqueira. O Blog A língua tentou entrar em contato com a assessoria do presidente vereador, mas não obteve resposta.

Na decisão, o tribunal aponta que durante a gestão do presidente da Câmara de Vereadores em 2010, houve despesas com o pessoal acima do limite legal.

Osório Ferreira Siqueira, então Presidente e ordenador de despesas da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Petrolina, terá que responder as contas relativas ao exercício financeiro de 2010, imputando-lhe um débito no valor de R$ 491.334,80.

Segundo o Tribunal, houve condutas irregulares que levaram a Casa Plínio Amorim a exceder o limite prudencial. Viagens, diárias e outros itens, corroboram para que Osório Siqueira seja penalizado, bem assim como outros nomes que estão arrolados no processo. E isso é apenas do exercício de 2010, o que vem agora pela frente é muito mais agravante. Falta ainda, os anos subsequentes. Quando chegar em 2017 e 2018, vai ser um Deus nos acuda! Apenas os novos vereadores da legislatura atual estão fora das irregularidades.

São eles: Ruy Wanderley, Rodrigo Araújo, Gaturiano Cigano, Aero Cruz,Gilberto Melo, Alex de Jesus,Domingos de Cristália, Cícero Freire,Paulo Valgueiro, Gilmar Santos, Elismar Gonçalves, Ronaldo Silva, Ronaldo Cancão, Elias Jardim e Gabriel Menezes.

Os vereadores campeões de diárias em 2010 foram:,

OSORIO FERREIA SIQUEIRA R$ 28.800,00

ALVORLANDE HENRIQUE DA CRUZ R$ 25.200,00

OSINALDO VALDEMAR DE SOUZA R$ 21.700,00

IBAMAR FERNANDES LIMA R$ 16.800,00

ZENILDO NUNES DA SILVA R$ 13.300,00

E haja viagens! A matéria em foco tem sido objeto de análise detalhada pela Corte de Contas, inclusive fato noticiado pelo Blog A língua , como também foi alvo de investigações e ação judicial no Ministério Público Estadual.

O TCE termina escrevendo:

APLICO ao Sr. Osório Ferreira Siqueira multa no valor de R$ 5.000,00, prevista no artigo 73, incisos II e III, da Lei Estadual n° 12.600/04 (redação original), que deverá ser recolhida, no prazo de 15 (quinze) dias do trânsito em julgado desta decisão, ao Fundo de Aperfeiçoamento Profissional e Reequipamento Técnico do Tribunal por intermédio de boleto bancário a ser emitido no sítio da internet deste Tribunal de Contas (www.tce.pe.gov.br).

Fonte: A LÍNGUA

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Portal
Carregar mais por Destaques

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Veja Também

Desperdício comprova “Compesa é sinônimo de descaso com a população de Santa Filomena”

Em mais um capítulo infinito seriado drama Compesa em Santa Filomena-PE, hoje (13) vamos m…