Home Destaques Prefeito de Itabaiana é preso suspeito de desvio de quase R$ 6 milhões da prefeitura

Prefeito de Itabaiana é preso suspeito de desvio de quase R$ 6 milhões da prefeitura

2 primeira leitura
0

O prefeito de Itabaiana (SE), Valmir de Francisquinho (PR), e mais quatro pessoas foram presos na manhã desta quarta-feira (7) em uma operação policial do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) da Polícia Civil, em parceria com a Promotoria do Patrimônio Público e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), a operação investiga um desvio de quase R$ 2 milhões nos anos de 2015, 2016 e 2017 da Prefeitura Municipal de Itabaiana em decorrência de desvios de taxas recolhidas no matadouro da cidade.

Segundo os investigadores do Deotap, entre os anos de 2015 a 2017 foram abatidos, por ano, entre 2.500 a 3.900 animais, recolhendo entre R$ 24 mil a R$ 39 mil. A investigação mostra que era cobrada aos boiadeiros a taxa de R$ 50 sem observar as formalidades legais, mas na prática apenas R$ 10 eram recolhidos para os cofres municipais. O valor recolhido envolve também o recolhimento dos resíduos dos animais.

Além disso, foram identificados excesso de cobrança indevida de tributos, lavagem de dinheiro, associação criminosa e crime de licitação, todos comprovados no andamento do inquérito policial.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas residências dos cinco alvos com o objetivo de apreender documentos e dispositivos, dinheiro em espécie e objetos de valor. Com base no inquérito 27/2018, ainda não concluído, também foi solicitada a indisponibilidade de bens de todos os investigados.

Em junho deste ano, o Deotap também cumpriu um mandado de busca e apreensão no Matadouro Municipal de Itabaiana, que pertence à Secretaria Municipal de Agricultura do município.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Itabaiana ainda não se pronunciou sobre a prisão.

Às 10h, na sala de imprensa da SSP, a delegada-geral, Katarina Feitoza, dará os primeiros detalhes sobre a investigação do Deotap.

G1 SE

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Portal
Carregar mais por Destaques

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Veja Também

Desperdício comprova “Compesa é sinônimo de descaso com a população de Santa Filomena”

Em mais um capítulo infinito seriado drama Compesa em Santa Filomena-PE, hoje (13) vamos m…