Entrega absoluta

1 primeira leitura
1

Quente conquista que me desperta,
Quarto do desejo na porta aberta
Perfume da tua languida pele no ar
Sedução nos movimentos a conquistar
Chamamento da meia a luz divina visão
Corpo de mulher a voluptuosa paixão
Que me preenche no espaço vazio
Forte e terno aperto de um abraço
Calor trazido onde ante existia o frio
Electrizante toque encurtando o espaço
Calam-se a palavras ditas da razão
Grita no peito a batida, um coração
Corpo incendiado na vontade do querer
Envolvente vontade, entrega do prazer
Perdido em ti, buscam minhas mãos o teu ser
Na quimera alucinante de agora te ter
Perdido na forma, na entrega de te possuir
Meu corpo no teu rumo ao Olimpo partir
Afrodite do tempo, no movimento
Contido nos lábios do longo momento
Dedos traçam rumos no desconhecido
Mapa de um esguio corpo sentido
No tacto percorrido na habilidade
Louca vontade da sensualidade
Invasora e intrusa dos sentidos
Assim despertos, longos gemidos
Há noite profunda, na paixão
Consumada na cama, perdida razão
Crisalida nascida, da obediência
Aos caprichos da pura penitência
Inibida que fora toda consciência
Fluido desejo de teu corpo ardente
Agora em repouso ainda dormente!
Alberto Cuddel

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Portal
Carregar mais por Poemas & Poesias

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Chá para cólicas menstruais

1 colher de camomila 1 colher de gengibre 1 colher / chá hortelã Coar e adoçar com um pouc…