Home Notícias Brasil Supremo afasta ministro do Trabalho; operação da PF envolve vários políticos do PTB

Supremo afasta ministro do Trabalho; operação da PF envolve vários políticos do PTB

2 primeira leitura
2

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu do cargo o ministro do Trabalho Helton Yomura, por conta de ação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta quinta-feira (5), que apura supostas fraudes em registros sindicais.

Além da suspensão, Yomura também não pode frequentar o Ministério do Trabalho nem manter contato com servidores da pasta ou demais investigados.

A ação desta quinta é um desdobramento da Operação Registro Espúrio, da PF, que também cumpre, nesta manhã, mandado de busca e apreensão no gabinete do deputado federal Nelson Marquezelli (PTB-SP).

Marquezelli também foi proibido de frequentar o ministério e de manter contato com outros investigados e servidores da pasta, exceto quando for imprescindível ao exercício do mandato de deputado.

Além de Yomura e Marquezelli, também é investigado o chefe de gabinete de Yomura, Júlio de Souza Bernardes, que teve mandado de prisão temporária expedido.

PF apontou que Yomura é um “testa de ferro” de caciques do PTB, partido que indica ministros do Trabalho no governo Michel Temer.

Registro Espúrio
A operação Registro Espúrio mira organização criminosa integrada por políticos e servidores que teria cometido fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo Ministério do Trabalho.

Ao todo, são cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária, expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília e Rio de Janeiro.

Segundo a PF, as investigações e o material coletado nas primeiras fases da Operação Registro Espúrio indicam que a teia criminosa se espalha e que “importantes cargos da estrutura do Ministério do Trabalho foram preenchidos com indivíduos comprometidos com os interesses do grupo criminoso, permitindo a manutenção das ações ilícitas praticadas na pasta”.

Na segunda etapa da operação, a PF fez buscas no apartamento da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do presidente nacional do partido (Roberto Jefferson) e impedida de assumir o cargo de ministra do Trabalho por uma polêmica envolvendo questões trabalhistas. Os dois são padrinhos políticos de Yomura.

CA / Ciberia / G1 / Revista Fórum

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Portal
Carregar mais por Brasil

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Veja Também

Brasil tem 83 facções dominando o crime organizado. No Ceará já são seis grupos

No Ceará, as facções foram separadas por presídios. O loteamento do sistema é realidade Se…