Home Destaques Perícia indica que Odebrecht teria fraudado provas contra Lula

Perícia indica que Odebrecht teria fraudado provas contra Lula

1 primeira leitura
1

Uma análise pericial realizada a pedido da defesa de Lula concluiu que a Odebrecht teria apresentado documentos fraudados à Justiça como se fossem provas de repasses de propinas a políticos registrados no Drousys, o sistema de contabilidade paralela da empreiteira.

As informações são da coluna Painel, da Folha, que informa: o especialista que analisou papéis anexados pelo Ministério Público Federal (MPF) em acusação contra o petista afirmou que alguns extratos têm marcas de montagem ou enxerto. Ele também aponta inconsistências em datas de transações e em assinaturas.

Os documentos contestados pelos advogados de Lula fazem parte de ação da Lava Jato que investiga o uso de um apartamento vizinho ao do ex-presidente em São Bernardo do Campo. Para a acusação, a Odebrecht custeou a aquisição do imóvel.

De acordo com a Fórum, o perito que analisou a papelada da empreiteira é o mesmo que atestou a “validade formal” dos recibos apresentados por Lula como prova de que ele pagou o aluguel do local.

Entre os registros analisados pelo especialista estão extratos apresentados pela Odebrecht de movimentações na filial de um banco que a empreiteira comprou no Caribe, o Meinl Bank. Rodrigo Tacla Durán, advogado que prestou serviço para a empreiteira e está foragido na Espanha, já havia dito que a empresa manipulou dados desta instituição financeira.

Ciberia / Revista Fórum

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Charles Araújo
Carregar mais por Destaques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Veja Também

Vice-presidente conduz Sessão para eleição do presidente da Câmara de Santa Filomena, mas presidente anula eleição

O vice-presidente Erin de Cícero Henrique conduziu a Sessão Extraordinária agora a pouco (…